segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Quiromancia cigana

A quiromancia é um método de adivinhação baseado nas linhas da palma da mão e no seu formato, tamanho e textura. Esse sistema teve origem na Índia há pelo menos cinco mil anos. Era praticado na China, no Tibete, na Pérsia, na Mesopotâmia e no Egito. Conta-se que o filósofo grego Aristóteles, que dizia que a mão é o "principal órgão" do corpo, ensinou quiromancia a seu mais famoso aluno, Alexandre, o Grande. Dizem que também Júlio César acreditava ter tanta habilidade com Quiromancia que julgava seus homens pela aparência de suas mãos.

Vim de família de ciganos. Minha mãe e meu pai me implantaram dentes de ouro, me ensinaram a dormir como nômade e me iniciaram nas artes da Quiromancia.

Azaléia tinha mãos finas, dedos compridos e a linha da vida bem  pronunciada, mas ainda não tinha a linha da cabeça. Nosso caso foi fugaz, em pouco tempo a esqueci, exceto das suas mãos.

Marialva era o oposto, apresentava traços mais rudes, dedos grossos e formato de mão quadrado. Já tinha a linha da cabeça, e marcas profundas nos montes de Vênus, perto da base do polegar. Fizemos amor por um tempo, mas também tivemos uma relação nômade. Mas que mãos!

Porém, a mais espantosa de todas, a mais completa, a mais iluminada, a mais mística era Jaciara. Tinha os sinais da fortuna, perto dos dedos indicadores, a linha da vida, da cabeça e do coração. Quase uma santa de mulher! Suas mãos são inesquecíveis.

Fugi da cidade de Azaléia, mudei da cidade de Marialva, corri da cidade de Jaciara. Cá estou eu, numa pequena barraca, acampado em Bragança Paulista. Tenho poucos pertences, entre eles uma pequena caixa. Nos momentos de solidão, abro a tampa e aprecio as mãos de meus amores.


Por: Reverendo Lezzagon

2 comentários:

  1. Sou quiromante e achei esta estória um desacato.

    ResponderExcluir
  2. Praga de cigana dura 7 encarnações, fiquem espertos queridos bloqueiros!

    ResponderExcluir