sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Buttman

Naquela casa, a palavra de Deus imperava. Regivaldo não admitia palavrões, novelas ou músicas mundanas. Ungida, sua TV só transmitia canais evangélicos, o mesmo se dava com o rádio. Leitura era a Bíblia. Internet? Nem pensar. O www é o meia-meia-meia, profetizava.

Naquela noite, foi um comichão no pé esquerdo que o despertou. Deu por falta da esposa. Na sala, Cristileide dormia esparramada no sofá, em inocência pós-gozo. Na TV, homens e mulheres em plena ação. Garganta profunda, duplas penetrações, gemidos, música lasciva. Pornografia das brabas. Foi um caso sério. Colocou a mulher para fora de casa, aos gritos e pontapés. Não admito, entendeu?? 

Cristileide vivia sozinha há uma semana quando recebeu um DVD sem identificação. Um filme de fetiches bizarros. Podolatria, spanking, coprofagia, BDSM, travestis, zoofilia, gang bang, creampie. E lá estava um Regivaldo, dez ou quinze anos mais jovem, a protagonizar todas as cenas. Cristileide dormiu em choque. No dia seguinte, recebeu uma ligação. Um homem identificado como M.Bastos, empresário de entretenimento adulto, perguntava se ela havia recebido o DVD. Seu marido era um grande talento do pornô. Era o Buttman de nossa região, explicou.

Envenenada pela humilhação, tramou sua vingança. Hipócrita, vomitava. Um mês depois, foi a vez de Regivaldo receber um DVD. Rodeada por homens, mulheres e animais, a ex-mulher “interpretava” do Gênesis ao Apocalipse. Escatologia na travessia do Mar Vermelho, bestialismo na Arca de Noé, sêmen ao invés de maná. Cristileide estrelava uma coletânea de abominações. Sou eu a prostituta da Babilônia, repetia para as câmeras.

Quando o DVD chegou ao fim, todos os cabelos de Regivaldo eram brancos. Nunca mais foi à igreja. Sua fé estava pervertida para sempre.

Por: Voltaire de Abreu

12 comentários:

  1. Boa!Esses crentes são todos hipócritas mesmo!

    ResponderExcluir
  2. Espiritas, Umbandistas, Satanistas, Bruxos e Devassos, se suas vidas estão andando para traz, se o sucesso escapa pelas mãos, se a família esta despedaçada, venham para a Igreja da Graça!

    Convido-os ao culto semanal na Igreja da Graça, todas as sextas feiras, sessão de Descarrego. Leve suas guias, leve seus patuás, amuletos e ídolos para serem queimados na fogueira da libertação. O Diabo não pode tomar nem você nem o mundo! Depende de você!

    Pr. Jonicio Lacerda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Endereço e telefone, por favor.
      Aceitam no débito?

      Excluir
  3. Quem escreve essas estórias estão convidados também. São meus convidado. Jonicio

    ResponderExcluir
  4. Acho que as pessoas tinham que respeitar a crença dos outros.Só acho.

    ResponderExcluir
  5. Acho que esse Jonicio é um corno. No mínimo, a mulher dele se diverte com o leiteiro enquanto ele está na igreja.

    ResponderExcluir
  6. Nem tudo se resume em Deus e demonio, em vez de religião as pessoas deveriam buscar a luz e o amor divino a minha fé é cristã mais há pessoas que devem seguir por outros caminhos e atravéz deles encontrar a luz, quem sou eu para julgar ubandistas, espiritas, bruxas.... a luz esta dentro de nós, basta escolher o caminho para nos equilibrar e assim encontrar a paz e o conforto, e o fato de eu ser da igreja da graça fara vc ler esse post com outros olhos, sou evangélica mais vejo Deus se uma maneira mais pura do que os religiosos hipócritas pregam

    ResponderExcluir
  7. não tem nada a ver sexo com religião...crenças são uma coisa e sexo é outra...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo em 100%, Libidos. A questão é que, muitas vezes, as religiões emburrecem e manipulam o ser humano, a ponto de ele relacionar o sexo a algo sujo e pecaminoso. Grande abraço!

      Excluir
  8. Adoro fazer amor com as crentes!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São as melhores,Barbo!É só levantar a saia e picar o prego.

      Excluir
  9. Pois saibam, garotos, que esse filme foi um dos maiores sucessos de minha produtora. Grato.

    ResponderExcluir