terça-feira, 15 de março de 2011

Zé e a caxumba

Certo dia, uma caxumba tardia acometeu seu Zé, que ignorando as recomendações, seguiu sua rotina. Obviamente, ela desceu para onde todo pubere teme que a caxumba chegue: o saco. Seu Zé, no auge dos seus 50 anos de idade vai ao médico ver o que acontece que seu escroto só faz crescer. Chegando lá, em situação visivelmente calamitosa, é recebido pela recepcionista, que manjando o pacote pensou coisas. O médico lhe dirige a palavra e indaga: “Sacudo hein seu Zé!” Este lhe responde: “ Não é saco não, é a calça que é Boyfriend, anta... Trate dessa porra logo!” O médico, irritado deu solução rápida ao caso. Desde então, seu Zé vive a falar fino pelos cantos e em sua forçada castidade se indaga: “Antes eu fosse de ouvir conselhos...”.
Por: Coronel Malaquias

2 comentários:

  1. Meu nome é Rodrigo e sou editor.
    Eu gostaria de um contato seu por e-mail, é possível?
    O meu é navilouca.livros@gmail.com
    Gostei muito dos textos do blog, parabéns! Conversaremos mais sobre isso por e-mail, ok?
    Até logo,
    Rodrigo Rosa

    ResponderExcluir
  2. Nao faz negocio com esses porra nao!!! E um bando de viado e o Coronel e um sacana!!!!

    Ze

    ResponderExcluir